Imprensa Vermelha... quem disse que não existe?

Sério..
Vejo um jogo ontem na tv.
No qual o time de vermelho toma um sacode violento.
Não ataca.
Faz um penalti não marcado pelo juiz.
Joga com medo e apenas se defendendo.
Passa o jogo inteiro fazendo catimba e com o tecnico chorando na beira do gramado com aquela voz de caturrita.
Sai classificado mas com o rabo entre as pernas.

Enfim...
... acontece tudo isso, e o que eu leio como manchete dos veículos de comunicação? o que?

"Alecsandro e Marcelo Cordeiro confirmam a qualidade do grupo do Internacional"

Que qualidade? De catimbar e se defender por 90 minutos? Esse é o rolo compressor? Esse é o time que nunca perde e só mete goleada?

Acho que tão deturpando muita coisa por aí. Tudo bem se estes jogadores demonstraram alguma qualidade, mas a visão principal do jogo de ontem não pode ser esta, tão simplista.
E o Coritiba, não pressionou? E o sufoco, não teve? Foi tão facil assim? Tão simples para darem tanta ênfase em jogadores que mal tocaram na bola?

Não quero ficar apenas falando sobre o time da beira do lago, o intuito não é esculhambar a vaga garantida para a final, mas tem alguma coisa de errada com o que publicam.
Um empate do lado azul, fora de casa, em um gramado terrivel, com todos os ingredientes de guerra, é motivo de preocupação. Uma derrota acachapante do lado de lá é motivo de demonstação de qualidade.

Para mim ta meio que rolando alguma coisa para fantasiar um ano perfeito para um time não tao perfeito assim, em campeonatos menos perfeitos ainda.

Bom, essas foram as manchetes, vamos esperar para ver o que os ditos cujos donos da palavra do mundo futebolístico vão esmiuçar nos próximos dias. Será que agora o time deles não é tão "fodástico" assim?! Esperemos.

3 comentários:

ridorgo disse...
on

tu tá te puxando, meu.
acho que tu tinah que ter um blog futebolístico só teu pro gabriel não ficar falando merda no meio.

Fer Nunes disse...
on

ô, é por iiissoque venho aqui todos os dias !
aushauhshs

apesar de ti gabriel! ^^

gustavo disse...
on

por enquanto prefiro fazer o jornalismo underground.. eeheee