DOSSIÊ GRÊMIO: 20 anos de altos e baixos.

Fiz este resumo do historico tricolor para mostrar que se não fossem as eras incompetentes da adminitração gremista, hoje seriamos muito maior do que nós somos.


Dentre ladrões, burros, oportunistas e incompetentes, salvam-se poucos.
Somos um time com mais de 100 anos de glórias, muitas glórias, diga-se de passagem. Contudo nossa história está dividida entre eras no céu, e eras no inferno.

Nos últimos 20 anos nosso time passou por altos e baixos sem precedentes iguais na historia do futebol brasileiro. Talvez nenhum torcedor brasileiro tenha tido momentos de soberania e outros de total flagelo. Mas este é o Grêmio, um time que, tendo “apenas” administrações sensatas é levado por sua torcida e por sua camisa às maiores glorias que se podem alcançar.

No ano de 1989 e 1990, nosso presidente era Paulo Odone. Nosso time vinha de um hexa campeonato gaúcho e da conquista da primeira Copa do Brasil. O ano de 1990 foi daqueles que tinha tudo pra ser glorioso, mas por questões futebolísticas acabou não deslanchando na Libertadores. No campeonato brasileiro tínhamos o time mais forte da competição, com um ataque fulminante. Porém, acabamos em 3º lugar no torneio. Foram anos onde o Grêmio era sempre favorito e temido.


Eleições no clube, e assume o ex-vice presidente Rafael Bandeira dos Santos. Sua gestão foi marcada pela perda da soberania no estado, perdendo os gauchões de 91 e 92; e rebaixando o time para a Série B do campeonato brasileiro. Segundo comentários de dentro e de fora do Grêmio, sua gestão ficou marcada pela suspeita de desvio de dinheiro. Foi um nome praticamente execrado do conselho do Gremio. Haja vista que seu sucessor se negou a colocar a foto daquele no hall dos presidentes.

Este sucessor foi o vitorioso e competente Fábio Koff. Um homem de sorte, carisma e competência. Que montou um time totalmente novo em 93, chegando a final da Copa do Brasil e retomando a hegemonia do estado. Primeiro técnico que ele trouxe foi o carioca Sérgio Cosme. Após a perda do titulo da copa do Brasil de 93, trouxe o gaúcho Cassiá. O técnico Cassiá teve uma perfeita passagem no estádio Olimpico. Foi campeão gaucho invicto, porém após a final brigou fortemente com o vice Cacalo e foi demitido. Para seu lugar Koff trouxe Luis Felipe Scolari, que inicialmente recebeu muitas criticas, pois Cassiá saiu do Gremio invicto. Felipão agüentou o difícil segundo semestre de 1993, e no ano de 1994 começou a montar um novo Gremio.
Neste ano de 93, Koff mostrou sua sabedoria trazendo a maior revelação do futebol brasileiro Denner, que ganhou seu único titulo no Grêmio. Infelizmente Denner ficou alguns meses após a conquista do gauchão.

Em 1994 e 1995 e 1996, sempre apostando em jogadores da base e fazendo contratações cirúrgicas, o trio Koff, Cacalo e Felipão, levaram o Gremio aos seus maiores anos de glórias e conquistas. Não vou nem me alongar nesta época, pois todos conhecem a história.

No ano de 1997, o Gremio começava a renovar e tinha escolhido para presidente Cacalo, que ganhara a eleição do oposiocionista Jose Alberto Guerreiro. Cacalo , ainda na onda da era Koff/Felipão, levou de carona a Copa do Brasil de 1997, sob a tutela de Evaristo de Macedo. Mas acabou perdendo o gauchão daquele ano para o Inter de Celso Roth. Alguns meses depois Evaristo caiu. Veio Helio dos Anjos e o centroavante Guilherme, porém a tragédia voltou a assolar o tricolor, perdendo de goleada um grenal no Olimpico. No ano seguinte (1998) Cacalo quis seguir os passos de seu mentor Koff e tentou montar um time imbatível, mas seu conhecimento para pilotar a mesa não é o mesmo de pilotar o vestiário. Cacalo vendeu Paulo Nunes, Carlos Miguel e Emerson, nada mais nada menos que o cérebro e a espinha dorsal da era vitoriosa do Gremio. Emerson era uma das maiores promessa do futebol brasileiro. Trouxe para seus lugares, pela mesma quantia Beto (4 milhões de dólares), Robert e Sérgio Manoel. Meses após ser vendido, Emerson foi convocado para a Copa, e o valor de seu passe foi as alturas.

Após dois anos de decepção de uma torcida que se acostumou a ganhar tudo, Cacalo perde para Guerreiro nas eleições no Grêmio. A oposição assume o tricolor após muitos anos. Já no primeiro ano José Alberto Guerreiro mostra que é um dirigente de sorte, e Ronaldinho Gaucho deslancha, o Gremio retoma a hegemonia do RS, após 2 anos, ganha a Copa Sul e Ronaldinho se torna o craque do momento. Guerreiro recebe uma proposta do Leeds United de 88 milhões de dólares, e para fazer uma moral com a torcida coloca uma placa no Olimpico com os dizeres “Não vendemos craques”.
Após as primeiras convocações Ronaldinho volta para o time do Grêmio completamente desestruturado. O grêmio vai mal no brasileiro de 99.
Mas Guerreiro tinha uma carta na manga, uma super parceria com a ISL. O fechamento da parceria mais milionária do futebol brasileiro coloca o Grêmio no patamar de time rico. E Guerreiro vai as compras para reforçar o time de Ronaldinho Gaucho e mais 10. Mantém velhos ídolos com super salários, traz antigos ídolos por super salários e contrata jogadores estrangeiros em fim de carreira por super salários. Enfim, o time não deslancha, no primeiro semestre. Celso Roth retorna ao clube após o brasileiro de 98 e coloca o Gremio na semifinal da Copa Joao Havelange, mas é eliminado pelo São Caetano e fica de fora da Libertadores.

Mas diante da boa campanha Guerreiro é reeleito. Achando-se com status de super poder, ignora os pedidos da família Assis, que tava mais interessado na fama e no dinheiro de sua jóia rara. Assis rompe com o Gremio, ronalidinho não deixa nem 8 e muito menos 88 milhoes aos cofres do clube. Mas sob a tutela de Tite e os jogadores da ISL, o Gremio ignora Ronaldinho e conquista o tetra da Copa do Brasil. Mas no fim daquele ano a parceira quebra.
Assim o Grêmio além de arcar com as despesas salariais é cobrado na justiça por sumiço de dinheiro. O futuro que se via era de crise.

Mas não era hora de pensar pequeno, era ano do centenário. E num ato de consenso do conselho gremista, elege para o lugar de Guerreiro um dos velhos nomes da oligarquia Gremista, Flavio Obino.
O inferno se aproxima. E Obino é o retrato da incompetência, burrice e atrapalhadas. Fala mais do que devia e age menos do que era esperado. As contas aumentam, os credores aumentam e os salários tem que diminuir. No meio desse turbilhão de tragédias, surgem as suspeitas de enriquecimento ilícito do ex-presidente Guerreiro. A era Obino é a face de um centenário marcado pelo vazio, mais parecendo um centernada. O final deste ato são polêmicas e um trágico e justo rebaixamento para a segunda divisão.

Naquele momento ninguém mais quer assumir o Titanic afundando. Mas surge o cara do inicio desta história, Paulo Odone. Um político que não era unanimidade, mas com uma política pés no chão e totalmente profissional, conseguiu tirar o time do IML (UTI seria muito pouco pra expressar aquela situação) e começou a aumentar a auto-estima do torcedor. Novamente tínhamos um clube vivo! Mano Menezes assumiu logo após um inicio difícil, e levou um time do fundo do poço, passou pela batalha dos aflitos, uma espetacular campanha na volta a serie A até a final da Libertadores. Foram 3 anos de um crescimento e de um fortalecimento geométrico. O Grêmio novamente era um time e clube forte. O gigante imortal tricolor estava de volta. Como símbolo desta boa administração fica a futura nova casa tricolor, a Arena Gremista. Idealizada e projetada pelo grupo de Odone, A arena deixou de ser um sonho e passou a ser uma realidade dentro do clube. O ano de 2008 começou mal, mas Odone conseguiu dar de presente em sua saída uma vaga na libertadores. Porém a força de Odone não foi suficiente para eleger seu substituto.

Koff e Cacalo em crise de ego resolveram voltar ao poder no Grêmio, mas apenas nos bastidores para não abalar sua imagem. Duda Kroeff, um playboy que nunca trabalhou na vida assumiu o tricolor. Sem comando, sem uma política séria e sem critérios, toda a estrutura profissional foi desmanchada para que não fiquem vestígios dos rivais políticos.
Agora resta a gente saber até quando irão estes aproveitadores que usam o clube como joguinho de vídeo game. Rezo para que este quadro mude logo.


Ruuuuuuuuubinhooo!

SESSÃO BOLHA: Feias Gostosas

A escolhida do dia é a Glenda Gostosowsky

A nariguda pode até ser feinha, mas tá uma cavala.

PLANTÃO BOLHA INFORMA:

Depois de comer que nem um porco, André Gordo Marques Mocotó pega a gripe suína.

A Quadrilha Traveco

Mais uma das bizarrices do nosso Brasil sil sil!
video

Quem ri por último

...ri do do Grêmio.

Choram as Rosas.


Evandro Krebs é o mais cotado para substituir Krieger

Como diria Severino o porteiro: mas isso é uma bixona...
Foi diretor de futebol em 2004, tão explicadas as contratações de Bilica e Capone.

Tem gente ganhando tudo mesmo

Querem matar a velha

Tcheco, o capitão amarelão que nunca me decepciona.

E a semana termina assim...

Ele tinha certeza

Oh godói, olha a boca

A corneta paralizadora

Confesso que a corneta dos gremistas me deixa paralizado hoje, mas, provocado, segue minha reflexão sobre ela:
Em primeiro lugar só perde uma final quem chega até ela.
O Inter vem ganhando um título atrás do outro, ficar brabo por não ganhar essa Copa do Brasil é um luxo que colorados têm. Nem todo mundo pode ficar chateado de perder uma final, afinal a maioria não chega nela. Perdemos para um time que jogou um bom futebol, não é nenhum Atlético Goianiense ou Ceará. Cornetas de Gremistas irão existir sempre, assim como as de colorados, então eu prefiro que me mandem mensagem deboxando do meu vice-campeonato do que do meu rebaixamento. Se o Inter continuar nesse ritmo de chegar sempre com chances de ser campeão até o fim, vai continuar levantando taças. Hoje o Grêmio passará pelo Cruzeiro e perderá a final para o Estudiantes. Mandarei mensagens, e-mails e vou encher muito o saco do pessoal da avalanche sem cueca. Só poderei fazer isso porque o Grêmio está bem, e disputando títulos, assim como o Inter, campeão do Brasileirão 2009.

Brincadeiras legais para se fazer dentro de um avião - por Osama Bin Laden

1. Tirar o laptop da mala;
2. Abrir o laptop devagarzinho e calmamente;
3. Ligar;
4. Assegurar-se de que o vizinho está olhando;
5. Ligar a Internet;
6. Fechar os olhos por breves momentos, abri-los de novo e dirigir o olhar para o céu;
7. Respirar profundamente e abrir este site:
http://www.myit-media.de/the_end.html
8. Observar a expressão facial do vizinho.

Maiô de italiana rasga em local indiscreto momentos antes da prova.

Foi largar uma bufa pra nadar mais soltinha... olha no que deu.

Estou sentindo

Estou sentindo que hoje é dia de D'Alessandro.
Estou sentindo que o Inter lutará até o fim.
Estou sentindo que o Corinthians vai ser amassado.
Estou sentindo que o Ronaldo será expulso.
Estou sentindo que será 4 a 1.
Estou sentindo que seremos campeões.

Jornal do Amigo

Primeira e segunda edição:

É HOJE

Plantão da Bolha

Notícias de última hora informam que a necrópsia de Michael Jackson finalmente revelou a causa da morte do rei do pop. Segundo o médico Joseph Climber do hospital de Massachusten, o cantor morreu engasgado com um pé de moleque.

A fase mais fácil do Street Fighter

Bah, muito já destruí esse carro com o E. Honda.

Boa Carvalho

Fernando Carvalho sabe o que faz. Chega de palhaçada. Chega de Corinthians passar a mão na taça em vez de levantá-la. Jogando no campo, sou mais Inter. E o gigante me espera para começar a festa.

Semana de Aniversário de 1 ano

O tempo passa, o tempo voa... enfim, Bolha na Rede entra na semana de aniversário de 1 ano de existência. Um ano marcado por muito sucesso, polêmicas, vídeos e textos malemolentes para o seu entretenimento, cultura e informação.


Dia 4 de jullho, foi o dia que a Bolha declarou sua independência e caiu na rede com informações não convencionais e muito conteúdo de alto nível intelectual e humorístico.



Neste ciclo de 365 que fecharemos no sábado teremos realizado até então:

- Quase 1.300 posts, o que demonstra uma atualização constante com média um post a cada 6 horas e meia.
- Teremos chegado a praticamente 33 mil visitas. Sendo que 11 mil apenas neste ultimo mês de junho, um recorde absoluto.
- Dia 26 de junho tivemos o recorde de 3.162 visitas em apenas 24 horas. Indice que supera muito dos blogs mais vistos no país.

Destacaram até o momento como os posts com grande frequencia de procura, em todos os momentos os seguintes assuntos:


- DIA 15 de Julho de 2008 - Lendas Urbanas: Fofão o Boneco Assasino
http://bolhanarede.blogspot.com/2008/07/lendas-urbanas-fofo-o-boneco-assassino.html

- DIA 15 de Julho de 2008 - O Pai do Mução

- DIA 16 de Julho de 2008 - Mito da Semana: Leonardo Pareja
http://bolhanarede.blogspot.com/2008/07/mito-da-semana-leonardo-pareja.html

- DIA 18 de Fevereiro de 2009 - Rio Ganges

- DIA 24 de Maio de 2009 - Homem Urso x Homem Árvore

Durante a semana iremos mostrar mais curiosidades e novidades.

Venha fazer parte desta bolha e
SEJA UM SEGUIDOR DO BLOG !!
Basta clicar na coluna lateral.

Madruga Eterno



Torcedor dorminhoco

Muito afude a galera esperando a cabeça do cara cair pra comemorar.